ELA NASCEU E MORRERÁ POETA!
Ógui Lourenço Mauri

Sim, ela nasceu para escrever poesia...
Põe seu talento em versos desde menina.
Tem seus lampejos de Cora Coralina
A aflorar sua inspiração de cada dia.

Ela é "Poeta", jamais foi uma "poetisa"!
"Poetisa" iguala toda mulher que escreve.
"Poeta", porém, numa definição breve,
Dá mais destaque à autora e a valoriza.

Marilena Trujillo dá bem o exemplo
De competência, de uma pessoa correta.
Além disso, nasceu e morrerá poeta
E o respeito aos autores erige seu templo.

Tem ela o quê de contagiar multidões,
Cigana sensual, linda e cheia de graça.
Sua dança zíngara provoca, embaraça...
Cativa e põe a balançar corações.

Seus versos, que sublimam a sutileza,
Surgem de um veio poético inesgotável.
Ela desnuda um lirismo incomparável...
Nasceu e morrerá poeta, com certeza!
Ógui Lourenço Mauri
Catanduva (SP), 16/05/2009

Formatado carinhosamente
por Lucia Trigueiro